Redação BLes – Um voo da companhia aérea britânica Virgin Atlantic que cobriu a rota Los Angeles (EUA) -Londres (Reino Unido) entrou em uma ‘corrente de jato’ que ajudou a atingir uma velocidade de até 1.289 quilômetros por hora, beirando a velocidade do som, conforme relatado pela RT.

O curioso evento aconteceu enquanto o Boeing 787-9 Dreamliner sobrevoava o estado da Pensilvânia (EUA).

Esse impulso da “corrente de jato” ajudou o avião a chegar ao seu destino 45 minutos antes da hora marcada.

As ‘correntes de jato’ são intensos fluxos de ar rápidos e estreitos -de alta altitude- que se movem de oeste para leste a velocidades superiores a 300 quilômetros por hora.

Nuvens se juntando a um jato sobre o Canadá.

O poderoso fluxo de ar que permitiu ao voo da companhia britânica exceder sua velocidade normal gerou espanto entre os especialistas do setor de aviação.

O repórter da CBS News, Kris Van Cleave, especializado em transporte aéreo, disse em sua conta no Twitter que a alta velocidade do avião da Virgin Atlantic se devia a um “monstro de cauda de vento”.

O piloto Peter James também escreveu em sua conta no Twitter: “Eu nunca tinha visto esse tipo de vento de cauda em minha vida como piloto comercial (321 quilômetros por hora)”.

Categorias: Ciência

Vídeo em destaque

Ad will display in 09 seconds